Salgado de maromba - Receita!!!

Férias...época de estocar. Sim, é o que eu faço. Estocar comida. Normalmente não tenho tempo de deixar minhas coisinhas prontas para lanches e jantares, então aproveito as férias para preparar as bases, normalmente as proteínas das refeições e deixar tudo congelado. Nos dias de apuro, só aquecer e comer com salada, legumes, quinoa, massa...
Quibe, hamburguer (receitas da Nádia, originais e adaptadas), torta de carne, frango ensopado, molho de tomate (funcional do nutricionista André)...hoje foi dia de salgado da maromba, receita original da nutri Nádia, mas eu sempre acabo mexendo.
A que eu fiz hoje é com brócolis, mas a original é com batata doce. Como estou em fase de redução de carbo, uso brócolis, e também dá com couve flor. Salgado da maromba é ótimo para levar para o trabalho e só esquentar, para o lanche da tarde. Bem proteico, bem nutritivo, sem cara de frango-com-batata-doce de sempre.
É facil, como quase tudo o que eu faço.
Ingredientes:
- 100gr de frango cozido (hoje usei sobrecoxa porque tinha em casa, normalmente uso peito);
- 100gr de brocolis cozido (ou batata doce, ou couve flor) 
- azeite para juntar
- alguma farinha funcional como de linhaça ou chia, ou farelo de aveia se quiser deixar ainda mais nutritivo;
- temperos, especiarias, queijo cottage, o que tiver em casa.

No processador, coloque o frango e o brocolis (normalmente eu cozinho pouco o brocolis, coloco já na água fervente e tiro alguns minutos depois, para manter a crocância. Mas para fazer o salgado, melhor cozinhar um pouco mais se voce não tiver um bom processador). Coloque azeite a gosto, uma colher mais ou menos, é para juntar a massa. Azeite bom, por favor.  Sal, pimenta ou algum mix de temperos (usei o Mr Dash para hamburguer, estou meio viciada nele), e a farinha, pouquinho, para não ficar seco, tipo uma colher de sopa. Pode colocar açafrão, curry, páprica, vai do gosto do freguês, o negócio é dar gosto sem acrescentar calorias.
Dependendo do processador, vai rapidinho. O meu pequeno não cabe muita coisa (por isso são só 100gr de cada, mas pode fazer com mais), e demora um pouquinho. Dá para fazer no liquidificador? depende do aparelho. Já queimei um, então eu digo que não dá...rs
A batata doce demora mais para processar (foi com ela que queimei o liquidificador).
Depois que vira uma pasta  não muito mole, coloque até a metade de um pote que possa ir ao forno (uso forminhas coloridas da Oxford, lindas e duradouras - não uso made in China). Você pode fazer em potes maiores, se quiser usar como uma refeição para a família, mas fica super charmoso nos potinhos, e para mim é porção individual mesmo.
Eu gosto de rechear, e aí depende da criatividade, ou mais precisamente, do que tem em casa. Hoje fiz um com uma colher de cafe de molho pesto (um restinho que eu tinha) e um pedacinho de queijo pecorino, e os outros com cottage sem lactose e mostarda com curry. Pode colocar blanquet de peru, requeijão, tudo mais proteico, para não agregar carbo.
Preenche o resto da forminha com a massa, e por cima chia e orégano, e forno!
Não esqueça que tudo está cozido, na verdade é mais para gratinar, ou algo semelhante. A massa vai ficar mais firme e com crocância por cima, e quando você come, o recheio dentro é aquela surpresa agradável, adoro. Nunca marco os recheios, não quero saber antes de comer...
Fotos no insta, vejam que lindos!!




Comentários

  1. Boa tarde! Gostaria de enviar um conteúdo para possível publicação em seu blog. É de um site relacionado a corrida. Posso mandar para algum email?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Cassio, manda um email para mim andreapasold@gmail.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliação do Nike Odissey React - guest post by Simone Andriani!!

O que eu aprendi treinando para uma maratona - para a corrida e para a vida

Do que você está sentindo falta?