Mais panqueca!!

Acho que na vida da família que gosta de fazer comida, mas ninguém é chef, e tem criança, sempre existem os curingas, para não dizer manias...
Aqui em casa é panqueca e omelete. Na dúvida, fazemos omelete. Com um pouquinho mais de tempo, e quando eu estou no comando, a chance de sair panqueca é grande. Para não ficar tudo igual, vou alterando as massas e os recheios.
Como não queria gluten nem muito carbo para o jantar de hoje, mas queria fazer algo que todos pudessem comer (o que significa tirar o whey da receita), fui adaptando.
Não é bem uma receita precisa porque fui fazendo e resolvendo...E a quantidade foi muita, para alimentar a família.
Há algum tempo descobri a farinha de grão de bico. Adoro grão de bico, homus, e tudo o mais, então achei que era o canal.
Grão de bico é tudo de bom. Alto teor de fibras boas, baixíssimo indice glicêmico, indicado para diabéticos porque não permite a rápida subida dos níveis de açúcar no sangue, é fonte de proteínas quando combinado com bons carboidratos, fonte de magnésio, e ainda precursor do triptofano, a fonte de alegria e bem estar.
Só não sabia onde usar. A Nádia deu algumas ideias, a Lidiane Barbosa outras, e assim fui inventando moda, e colocando em tudo quanto é massa que eu faço.
Vamos à aventura de hoje.

Ingredientes:
4 ovos (ta, podem ser mais claras, mas aqui em casa não funciona bem assim)
3 colheres de sopa de farelo de aveia
2 colheres de sopa de farinha de grão de bico
2 colheres sopa de leite
1 colher de chá de sal temperado com ervas (ou sal comum)
(achei que ficou muito líquida e coloquei uma colher de sopa de farinha de soja para encorpar, mas acho que se acrescentar mais uma colher de alguma das outras farinhas vai dar o mesmo resultado, só aproveitei para incrementar proteína).

Bater no mixer ou liquidificador.

Aquecer a panquequeira (que já falei que é uma ótima aquisição), e untar um pouquinho. Eu não uso óleo de coco para isso (dá gosto), prefiro aquecer a frigideira e depois só borrifar um azeite.
Colocar uma concha pequena de massa, girando para distribuir, em fogo médio para baixo. Fica bem líquida a massa, essa é assim mesmo, pode confiar que dá certo, só demora um pouquinho mais para cozinhar. 
Vai começar a soltar massa nas bordas. Se não rolar, uma passadinha da espátula ajuda.
Quando soltar a massa toda, virar, e já pode colocar recheio. Aqui foi cottage sem lactose (em algumas requeijão light mesmo), blanquet de peru e queijo minas lac free. Depois, orégano (aqui em casa tudo que é salgado leva orégano ou manjericão), e já da para dobrar a panqueca. Ela fica fina, tome cuidado, mas bem flexivel.
Depois de tirar do fogo, coloquei azeite com ervas (feito em casa, fica ótimo) por cima.
Fiquei pensando que deve ficar ótimo com frango refogado com alho poró, e um molho pesto por cima, ou frango com curry e uma cenoura ralada...
E a massa ficou leve, macia e molhadinha. Nem sempre as coisas dão tão certo, ta? fiquei mega feliz!! acho que se não colocar sal, e sim canela em pó, dá para fazer com banana e mel por cima...hummmm. 

Bom apetite!! 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliação do Nike Odissey React - guest post by Simone Andriani!!

O que eu aprendi treinando para uma maratona - para a corrida e para a vida

Do que você está sentindo falta?