O milagre do verão

Tem uma frase/quadrinho ou assemelhado, que eu li no facebook, acho que o Dr. Fabio foi quem postou primeiro, que diz algo mais ou menos assim: "Se já está dificil para quem treina, imagina para quem está confiando só no gel redutor", em uma referência à busca da boa forma física e seus métodos, especialmente quando vai chegando o verão.
Então, acho que algumas dessas pessoas que usaram gel redutor o ano inteiro (e só fizeram isso) descobriram que não funcionou...choque total, não é? Não falo aqui de quem fez massagem modeladora, tratamentos estéticos com todo tipo de tecnologia, métodos alternativos (passivos). Falo de quem só passou o gel redutor, aquele que dá um geladão quando a gente passa, e depois esquenta, sabe? 
Como eu descobri? Esta semana reparei que apareceram pessoas novas na academia, inclusive algumas tentando fazer aula de bike, a aula de bike do Everton, que é punk, maravilhosamente punk. Pessoas olhando para os aparelhos da musculação com uma interrogação na testa...
Aquelas pessoas que se matriculam em final de novembro, dezembro, na busca, a essas alturas desesperada, por um corpão para desfilar na praia, piscina, festas de verão... Engraçado que algumas pessoas que começaram agora a se exercitar, realmente acham que vão estar gostosas até o ano-novo. Porque a ideia não é só emagrecer, que até é possível em pouco tempo, dizem, usando dietas radicais e meio malucas, perdendo muita água, sem muita saúde, mas é possível. Não, não. O negócio é secar e definir (e tirar a celulite, no caso das mulheres), aquilo que muitas mulheres e homens passaram o ano inteiro buscando, com dedicação, afinco, e, para alguns, sacrifício.
Claro, algum sacrifício sempre existe, ou na restrição de certos alimentos, ou na atividade física, já que muita gente que detesta se exercitar o faz assim mesmo, pela saúde e pela estética. E quase ninguém realmente é "magra de ruim", comendo tudo o que não pode. 
Eu adoro a parte do exercício, que sorte, e tento me divertir o máximo possível com a parte boa da dieta (que existe, sim), e sublimar a parte desagradável (mantras do tipo "eu não preciso desse pão, nem do doce agora").
O negócio é que isso é um estilo de vida, ao qual você adere para buscar o seu melhor. Você se reeduca na alimentação, escolhe o que vai fazer de exercício com seu corpo, e pronto. Não tem mais muito o que pensar, tem que colocar no piloto automático e ir em frente, mesmo que seja carregando marmitas ou comendo uma lata de atum no meio da tarde. Atenção, eu não sou do tipo que passa fome, não serve para mim, fico triste demais e sem energia, então vou adequando o que posso comer para saciar, dentro do permitido, adaptando receitas e criando umas coisinhas diferentes, com ajuda da Nadia e de muitas pesquisas. 
Eventualmente você vai enfiar o pé na jaca, em dias de lixo, passar uma (ou duas, ou três) semanas sem treinar adequadamente (ou sem treinar nada), porque está viajando, lesionou,  está cheio de trabalho,  o filho ficou doente, enjoou daquilo e está experimentando outras atividades...Mas aquela é a sua vida, e você logo volta para ela, porque escolheu, e faz parte das prioridades ser saudável e de quebra ficar bonita. 
Sendo assim, quando alguém que manteve os dois pés em uma jaca gigante durante 10 meses do ano (e do anterior, e do anterior a esse), e não tem nenhuma intenção em manter  atividade física depois do carnaval, sinceramente acredita que vai ficar com o corpo desejado em trinta ou quarenta dias...só não é ofensivo porque é engraçado. 
O pior é que isso inclusive é prometido pelas revistas femininas, geralmente com a chamada "operação biquini", "emagrecimento a jato", 5kg em uma semana, tudo firme...isso com poucos exercícios e uma dieta com  nome, digamos, interessante, inventado por algum americano, ou super restritiva. São tão boas essas dietas que mais de 35% dos americanos são obesos...claro que não vou generalizar, acho que de tudo se aproveita alguma coisa, eu sempre busco receitas interessantes nesses livros, adaptações, mas acho que todo mundo já sabe que não adianta nada o radicalismo  e mesmo a dieta sem uma mudança na mente, pensamento magro, mudança de estilo de vida. E adaptação das dietas ao que você gosta, por que não?
Como  li em algum comentário da Lidiane Barbosa, culinarista funcional, a pessoa que sempre comeu  bolo (cheio de recheio e cobertura) com refrigerante  à tarde não vai trocar por uma maçã com canela assada com chia por cima. E se trocar, é claro que não vai rolar por mais de uma semana, e o retorno será cheio de ansiedade pelas coisas "proibidas"!! Tem que trocar, e deixar bonito, apetitoso e gostoso!
E eu vejo gente que se esforçou e se dedicou o ano inteiro, e ainda assim, ainda não está exatamente como gostaria. Eu não estou (normal, virginiana nunca está). Mas nem por isso desmereço minhas conquistas. E como correr, pedalar, nadar, pegar peso, me fazem muito feliz, o caminho é bom demais. 
Sim, o verão esta chegando...não é que seja tarde demais, e eu super incentivo quem está começando, porque antes agora do que nunca, mas é aproveitar a chance e mudar tudo, porque milagre não existe. Posso estar sendo meio azeda, mas pode acontecer até de a pessoa inicialmente ganhar peso fazendo a atividade física, seja por aumentar a massa magra, seja porque passa a comer mais. E aí vai se frustrar, dizer que não adianta nada. Bom, perseverança é um ponto crucial.
O bom mesmo é se dedicar o ano todo, manter, e agora, quando chegarem todas as maravilhosas e gordinhas comemorações, poder participar com gosto, sem exageros para depois não se arrepender, mas com uma relaxada na dieta e na rotina de treinos. Nadar no mar, ir de bike com o filho até a padaria, caminhar com os pés na beira do mar...isto também vale. Um descanso merecido para o guerreiro. 





Comentários

  1. Exato! Quem se dedicou o ano inteiro, fez tudo (ou praticamente tudo) certo, merece um mês de folga total (ou quase total)! Que venham as férias...

    ResponderExcluir
  2. Falou tudo.....adorei...
    bjus
    Giani

    ResponderExcluir
  3. Thanks, querida, a lide é diaria, né? bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliação do Nike Odissey React - guest post by Simone Andriani!!

O que eu aprendi treinando para uma maratona - para a corrida e para a vida

Do que você está sentindo falta?