Postagens

Imagem
E hoje, a segunda da série de people que corre maratona. A opiniões dela não são tão emocionais, porque ela é...A PROFISSIONAL!! Simone Ponte Ferraz nasceu na cidade de Ponte Serrada e foi para Jaraguá do Sul na adolescência. Virou a rainha da pista, correndo 1500, 3000, 5000 e 10000 e ganhando muitos trofeus. Está em quase todos os pódios das corridas em SC (normalmente não está nos que ela não correu) . Também tratou de se formar em educação física para ser treinadora e tem a SPF Running, em Jaraguá, que é uma assessoria de corrida e centro esportivo.  Só que um belo dia ela mudou. Quando eu vi, ela estava lá, em Floripa, correndo a maratona. Eu fiquei super emocionada, embora confusa, kkk, mas adoro ver a Simone chegar,  e nas provas que assisti, que foram mais meia maratonas, geralmente em primeiro, muuuuito na frente das seguintes.  Eu a conheci porque ela era treinadora e corria com um casal de amigos que adoro, que na época moravam em Jaraguá. Ia ter prova no domingo, e jantam…

Maratonista - Relato 1 - A estreante na distância. Com vocês, Sabine Weiler!!

Imagem
Acho que estou mais ansiosa do que vocês por publicar os relatos incríveis que coletei...E espero muuuuitos comentários neste post, porque conheço um monte de gente que fez sua primeira maratona há pouco tempo. Alguns estão procurando a próxima, outros ainda estão na fase do "nunca mais", e outros realmente entendem que era algo para uma vez só. Qual é a sua? Bom, a Sabine é formada em jornalismo pela Univali e pós graduada pela Furb em Novas Mídias, Rádio e TV. Começou na RBS TV de Blumenau e depois trabalhou em Lages e Florianópolis, ficando no grupo por 8 anos. Há 8 anos e meio (foi ela que entregou as datas, não façam contas que é feio) é jornalista da RICTV Record. Foi repórter e apresentadora na emissora em Floripa e, desde setembro de 2016 é a gerente de jornalismo, e também apresenta o programa Balanço Geral. Teve ainda uma experiência internacional em Bonn, na Alemana, em um estágio, e atuou na rádio portuguesa que transmitia programas para países da língua portugu…

O que leva uma pessoa a correr uma maratona? "Qualé" da maratona, afinal?

Então. Não sei, porque nunca corri, e ainda não tive vontade. Acho muito puxados os treinos, o tempo é curto e tem que manter as outras atividades para não se quebrar, e não sou muito paciente para longas distâncias. O que não me impedirá de mudar de ideia um dia, naturalmente...  Por outro lado, sempre tive curiosidade em saber o que faz uma pessoa correr sua primeira maratona, o que ela sente, e o que faz correr a segunda, a terceira, e seguir treinando para fazer maratonas. Ou ultramaratanas, gente doida! Minha primeira leitura foi, na verdade, O que Eu Falo Quando Falo de Corrida, do Haruki Marukami, um escritor japonês que tem várias obras de ficção que adoro, e esse livro sobre corrida,que é sobre ele mesmo e a corrida na vida dele. O máximo. recomendo.  Depois fui para o espetacular Draúzio Varella, com o livro Correr. Na verdade, lendo a obra com atenção, você não se sente nem um pouco estimulado a correr uma maratona, porque ele narra, sem filtro, os sentimentos e consequênc…

Gel do finde - exceed

Imagem
O do último final de semana foi o da Exceed,que é uma marca bem legal. Já usei as cápsulas de sal deles, têm isotônico em pó também que é gostosinho (rende muitos litros, é para galera), e já tinha provado outros sabores do gel.
Esse que tomei têm dois diferenciais: um é a ribose, que também é um carboidrato simples e que participa na formação de estruturas químicas no corpo, auxiliando a manutenção da energia e, portanto, dando mais resistência, porque ajuda na produção dos estoques de ATP, que é energia.
O outro é a cafeína, em alguns geis específicos. Os que têm cafeína têm o ingrediente ressaltado na embalagem


Viram? está ali, 40mg de cafeína pura (não é muita coisa, mas no meio do treino é bacana), e ribose. Usei no meu treino de 13km e achei que deu aquele gás necessário para o final. Esse era de chocolate. O sabor não é maravilhoso não, por causa da cafeína. Acho que qualquer sabor fica prejudicado pelo ingrediente, então não é um docinho delicia.


Esse não tem cafeína, tem vit…

Galeria do Gel - O orgânico

Imagem
Tem gel orgânico? Temmm. O que isso significa? que ele é feito com ingredientes orgânicos. Tá, qual a vantagem? A grande vantagem é conhecer os ingredientes, ou seja, tudo o que você lê ali existe na natureza, porque não tem química que seja orgânica, afinal. É o da Honey Stinger, que tem a abelhinha furiosa como símbolo.
Atenção: nem todos os sabores da marca são feitos com ingredientes orgânicos, como pude perceber na prática.
Abaixo tem os dois que eu gosto mais do sabor, mas só o de manga com laranja é orgânico, o de mel não é. A droga é que o de mel é uma delícia...
Esse de manga com laranja também é gostoso, e a consistência dele é muito boa, não é muito viscoso, dos que grudam dentro da boca e a gente não consegue digerir, sabem? Na verdade é um dos meus favoritos há anos. Tem sempre nas expos de grandes provas de corrida no exterior, e tinha no Rio. Mas o defeito é o preço. É caro. Bem caro. Como eu faço meia maratona, não são tantas por ano, e só uso gel esporadicamente e  no…

Meia do Rio, o retorno!

Imagem
Em 2014 corri a meia maratona do Rio. Da Yescom, ou melhor, da Globo. Ficou entalada. (vide post). Não costumo repetir prova desse tipo, mas tinha "que me vingar" (#aloka). E adoro o Rio, não me conformava de ter ficado tão frustrada em correr lá.  Então ano passado (porque tem que ser muito tempo antes) o Diogo botou pilha para fazer a meia maratona "certa", que é a que está inserida na programação da Maratona Caixa do Rio. Não pensei muito e me inscrevi. Acho que isso foi em agosto. Em setembro já reservei hotel, no bairro do Flamengo, o mais próximo possível da chegada, para minimizar o fator de estresse número um da outra vez, que foi a ida para a casa dos meus tios depois da prova, naquela muvuca. Quando me inscrevi, já comprei o transporte para a largada também, eliminando outro fator de estresse.  Durante meses nem pensei muito no assunto, fui só levando os treinos, mas a partir de fevereiro passei a encarar como prova-alvo, porque o Diogo disse que era pos…

Missão Botar para Correr: cumprida!

Essa é a minha. Mentcheeera. Também não é assim. É bem verdade que já botei muita gente para correr. A pessoa me pergunta se eu corro, se eu gosto, começa a se interessar, coitada...num instantinho já está quase comprando o tênis e iniciando os trotes. O mais legal não é isso. É ver essa pessoa se apaixonar pela corrida e correr mais do que eu. Melhor do que eu. Mais rápido do que eu.  Acho que consigo ser bem persuasiva. Provavelmente isso se deve à paixão com a qual falo do assunto. Marta não corria até ano passado e em fevereiro fez sua primeira meia maratona em Verona, na Itália. Monica não corria há cinco anos, e agora faz ultratrail e ultramaratona. Angelica também. Fora as que eu nem conheço e botei para correr sem saber.  Pois bem. Ano passado, depois do Treinão Lei Maria da Penha, a dra. Carla, da OAB de BC, me convidou para participar da Jornada da Mulher Advogada do Vale do Itajaí (agora não estou certa de que era assim o nome, mas era essa a ideia), como palestrante falan…