Saga maratona: Finalmente o dia ruim

Faltando uma semana.
Finalmente tive um treino que não me deixou feliz durante o percurso. Faltou tudo: sono (noite mal dormida), sal, água na hora certa e no dia anterior...
Eram 28km, e foram mais duros do que os 34km da semana passada. Esta semana também me senti mais cansada no geral, um sono incrível às 21h. É o acumulado pegando. 
Bom, fui na nutri ontem e descobri que caí numa cilada. Ano passado, eu via o povo treinando e pensava: um dia quem sabe faço uma maratona só para poder comer como esse povo. E era tudo mencheeera!! A gente não come: 1. O que quer; 2. Quanto quer.
Na real, a dieta fica bem mais rigorosa, porque tudo tem hora para comer, não fica soltinho. Sabe a máxima da vida paleo, de comer quando tem fome? esqueça.  Eu, uma lowcarb convicta e feliz, reintroduzi mais carbo na vida, mas não qualquer carbo, claro, e não a qualquer hora. É a batata doce, o aipim, o milho, só que um pouco mais, e no pré treino, sendo mais treinos. O doce? hahah, doce é o gel de carbo, fia, te liga. O resto é o chocolate acima de 70% que já é meu faz tempo. Pior é o vinho nosso de cada dia sim, dia não, que  virou dia não, dia não, dia não, dia sim-uma-taça, dia não...
E o mais engraçado é que eu não fiquei infeliz (na parte do vinho fiquei sim), porque o foco é tão forte que a gente só segue o plano.
Quando fui na nutri na volta da Itália, tinha aumentado pouco o peso da balança, na verdade quase nada, mas a composição corporal estava o ó. Mesmo não jacando total, claro que não tem dieta top na viagem. E lá, na verdade, a massa eu não comia, comia vegetais, muitos vegetais, e pouca proteína, claro que a massa magra minguou. Daí nós combinamos que eu ia baixar o peso, para ficar mais leve para a maratona.
Aí você pergunta: então, quanto emagreceu de final de julho para agora? NADAAAAAAA.
Pelo contrário, ganhei peso na balança. Gente, é muito injuixxxxtoooooo. Depois da maratona, vou aderir à linha de dieta que diz que vinho emagrece, porque agora não bebo quase nada e não baixa o número!!!
Só que não é bem assim, meu povo, porque a nutrição não é mais como antigamente, e a composição corporal, como você se sente no seu corpo, como suas roupas estão entrando, são fatores que importam mais do que os kg brutos. Isso é o que salva e o que me fez ficar feliz, porque eu achava muito estranho me sentir forte e leve e estar mais pesada. 
Nas medidas da fita métrica também não houve melhora, e descobri que sou um urso polar: armazeno a energia do carbo para o inverno! Tá tudo ali.
Diz a Nádia que a boa notícia é que meu corpo se adaptou rapidamente aos treinos (tanto que não sofro), especialmente os longos, e isso significa que não houve trauma, e, assim, não perdi peso. Que sucesso.
Finalmente o bom: o percentual de gordura baixou aeeeee. Massa magra is back! Isso que só faço fortalecimento, não estou fazendo a musculação como gosto, justamente para não crescer.
E incrivelmente está dando certo.
Não fiquei mais leve na balança, mas me sinto leve na corrida, vou bem, e não estou me importando muito em não estar com o formato de corpo que eu normalmente gostaria. Penso nisso daqui a dez dias. Porque as metas são assim, e as escolhas sempre, sempre, implicam renúncias.
então agora é esperar a semana reta final, que reduz bem o volume, até vou estranhar.
Bora, povo



Reparem. Foto tremida, porque é fim de treino sozinha. Cara de louca. Tênis na mão significa que molhei os pés no mar. E choveu...



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Avaliações de Tênis - Saucony Kinvara 8

Avaliações de tênis - Rodagem: Comparação Freedom Iso - Saucony e 361ºKgM2

Avaliação do Nike Odissey React - guest post by Simone Andriani!!